O dia em que o New York Times publicou primeiro no Facebook

Segundo o sindicato, os contratos propostos pelo New York Times Company implicam uma forte redução nos ordenados e benefícios.
Foto
O NYT é um dos três diários de distribuição nacional nos EUA Kena Betancur/Reuters

Esta quarta-feira, o site e as aplicações móveis do jornal americano The New York Times estiveram temporariamente em baixo por motivos técnicos. Como solução de recurso, o Times decidiu publicar artigos inteiros no Facebook.

“Como poderá saber, o Times está a ter problemas de servidor que fizeram com que os nossos sites estejam temporariamente indisponíveis (…) Entretanto, estamos a publicar artigos importantes na íntegra aqui no Facebook”, lia-se numa mensagem na página do jornal naquela rede social.

A página no Facebook tem 3,3 milhões de seguidores e é normalmente usada para colocar links para os artigos online, acompanhados de um breve resumo.

O site esteve em baixo cerca de duas horas. Durante esse período, foram publicados cinco artigos (entre os quais uma reportagem dos correspondentes no Cairo) e um vídeo. O jornal também foi usando o Twitter para publicar actualizações sobre a situação no Egipto.

Numa breve nota aos clientes, o jornal (que no início do ano denunciou ter sido alvo de ataques informáticos vindos da China) atribuiu a falha a questões internas, provavelmente problemas numa acção de manutenção que estava programada.