Assunção Cristas considera que agricultura portuguesa está a atravessar boa fase

Assunção Cristas
Foto
Assunção Cristas, líder do CDS Pedro Cunha

A ministra da Agricultura, Assunção Cristas elogiou hoje o dinamismo do sector agrícola considerando que o crescimento das exportações em mais do dobro das exportações do país mostra que a agricultura está a atravessar uma fase boa.

“A agricultura está a atravessar uma fase boa”, afirmou a ministra da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, Assunção Cristas, contrapondo aos dados da recessão económica nacional o crescimento das exportações do sector alimentar “em mais do dobro das exportações do país”.

Aludindo aos números divulgados na sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) – que apontam para um crescimento de 7% das exportações, entre Fevereiro e Abril, comparativamente ao mesmo período do ano passado – a ministra disse estar a sentir-se “um momento de grande dinamismo quer no que respeita às exportações, quer ao aumento da produção, quer ao acrescento de valor”.

Subidas que a governante atribui à “inovação e à agro-indústria que se está a comportar muito bem, de forma muito dinâmica” e cujos resultados são patentes “quando olhamos para os números de instalação dos jovens agricultores que se vão interessando de novo pela terra”.

Um interesse que o Governo está também empenhado em estimular através do projecto Bolsa de Terras, que, segundo Assunção Cristas “já foi regulamentado” estando o ministério a divulgar “toda a informação disponível para estimular os proprietários a aderirem à bolsa de terras e as pessoas a candidatarem-se”.

Apostada em “diminuir as importações, aumentar as exportações e diminuir o nosso défice agro-alimentar”, Assunção Cristas acredita que apesar de o pais ainda ter “caminho pela frente” irá alcançar os objectivos, tanto mais que “ainda temos mercado interno para conquistar e temos sobretudo mercado externo que vai ser sempre crescendo”, dado a o aumento populacional.

“A população mundial está a aumentar, vai precisar continuamente de alimentos e nós sabemos produzi-los bem, com segurança alimentar, com muita qualidade e com produtos diferenciados”, sustentou a ministra ressalvando que o país precisa é de “saber vender bem os nossos produtos, com a marca Portugal e que o nosso país seja reconhecido como origem de bens de grande qualidade”.

Assunção Cristas falava em Santarém onde hoje inaugurou a 50ª edição da Feira Nacional de Agricultura, certame onde, disse aos jornalistas não ter “ouvido críticas” e, pelo contrário, ter encontrado “um ambiente muito dinâmico, muito positivo e muito entusiasmado”.

O certame que este ano conta com cerca de 600 expositores ligados ao sector agrícola decorre no CNEMA (Centro nacional de Exposições) até ao próximo dia 16.

Sugerir correcção