Maioria aprova voto de pesar por Thatcher com votos contra do PCP, BE e PEV

Maior parte dos deputados do PS votou a favor da iniciativa, mas 13 socialistas abstiveram-se.

Foto
Ex-primeira-ministra britânica morreu esta segunda-feira

A maioria parlamentar PSD/CDS aprovou esta sexta-feira um voto de pesar pela morte da antiga primeira-ministra britânica Margaret Thatcher com os votos contra de PCP, BE, PEV. 13 deputados socialistas abstiveram-se.

Os grupos parlamentares sociais-democratas e democratas-cristãos consideraram que “a melhor forma de a homenagear será honrar o seu mandato e aprender com a sua experiência e assumir o seu património de liderança com determinação e objectivo estratégico”.

Apesar de a maioria dos parlamentares do PS ter aprovado a iniciativa, o deputado António Braga esclareceu depois que a bancada “rosa” se iria “dissociar dos considerandos” do documento.

“Concorde-se ou não com o seu método, ideologia e ou postura, ninguém fica indiferente aos seus mandatos sufragados sucessivamente pelos eleitores britânicos”, lia-se no documento sobre “uma das grandes líderes do século XX” e uma “referência política para toda a Europa”.

Margaret Thatcher, de 87 anos, morreu segunda-feira na sequência de um acidente vascular cerebral. O funeral, com honras militares, realiza-se na quarta-feira, dia 17 de abril, na Catedral de São Paulo, em Londres, na presença da rainha Isabel II.