Metade dos gregos tem dificuldades em pagar as contas no final do mês

Cortes nos rendimentos chegaram aos 38% para 90% das famílias na Grécia.

Gregos chegaram ao seu limite financeiro, diz estudo
Foto
Gregos chegaram ao seu limite financeiro, diz estudo Dimitar Dilkoff/AFP

Desde 2009, mais de 90% das famílias gregas sofreram cortes no rendimento na ordem dos 38%, revela um estudo divulgado esta quinta-feira pela consultora IME GSEVVE. Os dados, citados pela Reuters, mostram ainda que metade das famílias na Grécia tem dificuldade em pagar o empréstimo à habitação, contas da água e luz ou impostos.

“Os lares e os consumidores gregos chegaram ao seu limite financeiro. Não conseguem suportar aumentos adicionais de impostos, dos preços da electricidade ou mais reduções de rendimento”, sustenta o inquérito.

As duras medidas de austeridade estão a ter impacto na vida das famílias na Grécia, há seis anos em recessão. Metade dos indivíduos questionados pela IME GSEVVE disse já ter pedido dinheiro emprestado a amigos e familiares, e uma em cada dez famílias tem, pelo menos, um elemento no desemprego.

Para contornar a crise, 90% dos gregos cortaram nos gastos em roupa, calçado ou actividades de lazer e 80% reduziram mesmo as despesas com transporte e aquecimento.

Notícia corrigida às 17h40 Uma em cada dez famílias tem, pelo menos, um elemento no desemprego.