ccarlstead/Flickr
Foto
ccarlstead/Flickr

Desemprego atinge recorde de 16,5%, mas desce entre os jovens

O desemprego volta a subir depois de dois meses estagnado em Outubro e Novembro nos 16,3%. A taxa de desemprego aumentou 1,9 pontos face a Dezembro de 2011

A taxa de desemprego em Portugal aumentou 0,2 pontos percentuais em Dezembro de 2012 e atingiu um novo máximo histórico de 16,5%, segundo os resultados divulgados nesta sexta-feira pelo Eurostat. Os números do desemprego voltam assim a subir depois de terem ficado nos 16,3% em Outubro e Novembro.

Os resultados anunciados nesta sexta-feira representam uma escalada de 1,9 pontos percentuais face à taxa de desemprego de 14,6% registada no mesmo mês de 2011. Portugal mantém-se assim em terceiro lugar no conjunto dos países com maior taxa de desemprego da União Europeia, atrás da Grécia e da Espanha, que reduziu a taxa de desemprego 0,1 pontos em Dezembro, para os 26,1%.

O Eurostat não apresenta resultados actualizados para a Grécia, mas em Outubro, o último mês para o qual há registo, a Grécia tinha uma taxa de 26,8% de desempregados, a maior dos 27. De acordo com os dados do Eurostat, Espanha e Grécia foram também dos países onde mais se agravaram os números do desemprego no último ano, grupo em que se insere também Chipre.

Na Grécia, o desemprego aumentou dos 19,7% para os 26,8% entre Outubro de 2011 e Outubro de 2012. Em Chipre, que se tem vindo a aproximar de Portugal nos números do desemprego, houve um aumento de 9,7% para 14,7% entre os meses de Dezembro de 2011 e 2012. Já Espanha registou um aumento homólogo de 2,9 pontos face aos 23,2% de desempregados registados em Dezembro de 2011.

A média de taxa de desemprego na zona euro manteve-se nos 11,7% em Dezembro, o mesmo valor de Outubro e Novembro. Também no conjunto dos 27 países da União Europeia a taxa continuou igual aos dois meses anteriores, nos 10,7%.

O desemprego continua a ser menor na Áustria, com 4,3% de desempregados dentro da população activa, na Alemanha e Luxemburgo, ambos com 5,3%, e na Holanda, com 5,8%.

Os números do Eurostat baseiam-se nas informações do Instituto Nacional de Estatística (INE) e Instituto de Emprego e Formação Profissional. Estes dados são frequentemente ajustados em função das actualizações do INE, que apresenta resultados para o desemprego apenas de três em três meses. 

Desemprego jovem desceu 0,4 pontos

O desemprego nos jovens abaixo dos 25 anos caiu pelo segundo mês consecutivo e chegou aos 38,3% em Dezembro. Este valor passou dos 39% de Outubro para os 38,7% em Novembro, e, nos últimos resultados, o desemprego jovem desceu 0,4 pontos.

Mas os números do desemprego jovem em Portugal continuam acima da taxa média de 24% para os países da zona euro e de 23,4% da União Europeia.

A queda no desemprego jovem não conseguiu esconder o salto generalizado no desemprego de Dezembro. Segundo os dados do gabinete de estatísticas da Comissão Europeia, o desemprego nos homens cresceu 0,4 pontos em Dezembro, para os 17,1%. Já o desemprego feminino aumentou 0,3 pontos de Novembro para Dezembro, encontrando-se agora nos 15,9%.