FCCN tem nova presidência transitória

O investigador João Nuno Ferreira é o novo presidente da Fundação para a Computação Científica e Nacional até até à sua extinção, já decicida pelo Governo.

A FCCN gere a rede pública de fibra óptica de alta velocidade
Foto
A FCCN gere a rede pública de fibra óptica de alta velocidade Paulo Pimenta (arquivo)

O investigador João Nuno Ferreira é o novo presidente da Fundação para a Computação Científica e Nacional (FCCN) até esta instituição se extinguir e ser integrada na Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT). Esta eleição sucede-se depois de o conselho executivo anterior, presidido por Pedro Veiga, se ter demitido esta terça-feira em protesto contra o fim da instituição.

O conselho geral da FCCN, o órgão máximo desta instituição, anunciou esta sexta-feira em comunicado a eleição do novo conselho executivo da fundação. Além de João Nuno Ferreira, o conselho executivo terá Salomé Branco e Luísa Lopes Gueifão como vogais. Os três já trabalhavam na FCCN.

O novo conselho executivo “é transitório", explicou ao PÚBLICO Miguel Seabra, presidente da FCT: "Foi eleito para assegurar a transição da FCCN na FCT. Haverá uma integração na FCT com um diploma próprio e deixará de haver conselho executivo. Estamos a trabalhar nesses diplomas o mais rapidamente possível.” O objectivo, disse Miguel Seabra, é concluir a integração em “semanas e não em meses”.

A reunião dos membros do conselho geral decorreu na FCCN, em Lisboa, e juntou Miguel Seabra, António Cunha, reitor da Universidade do Minho e representante do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas, e Carlos Pina, do Laboratório Nacional de Engenharia Civil. Pedro Veiga também esteve na reunião. O conselho “aprovou também por unanimidade a exoneração do anterior conselho executivo da FCCN, apresentada no dia 8 [de Janeiro]”, lê-se no comunicado.

João Nuno Ferreira era o director técnico na FCCN, onde trabalha desde 1993. Segundo o comunicado, foi responsável por vários projectos como as ligações em fibra óptica da Rede Ciência, Tecnologia e Sociedade. É licenciado em Engenharia de Sistemas e Informática pela Universidade do Minho e tirou ainda um mestrado em comunicação de dados na University College de Londres e um MBA na Escola de Gestão da Universidade do Porto.

A FCCN é a entidade que gere as redes de comunicações das universidades e dos centros de investigação portugueses e gere a rede pública de fibra óptica de alta velocidade, além de ter muitos outros projectos tecnológicos de ponta.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Sugerir correcção