Passos rejeita dizer onde vai cortar na despesa pública

O primeiro-ministro recusou esta sexta-feira revelar as áreas em que vai cortar os quatro mil milhões de euros.

Foto
Passos remeteu questão para Fevereiro de 2013 Miguel Manso

O deputado João Semedo, coordenador do BE, colocou uma pergunta directa ao primeiro-ministro: “Quais são as parcelas de despesa pública em que o Governo vai cortar quatro mil milhões de euros?”

Mas Pedro Passos Coelho rejeitou, mais uma vez, dar uma resposta. O primeiro-ministro sublinhou que “o Governo ficou de apresentar até Fevereiro de 2013” as áreas em que vai efectuar os cortes na despesa pública. Neste sentido, Passos Coelho vincou: “O Governo não anunciou nenhuma medida e não o fará até estar em condições de o fazer.”

João Semedo defendeu que o BE não vê “gordura” na despesa pública e acrescentou que o que existe são “os benefícios sociais”.