Tecnologia

Apple pede desculpa pelas falhas nos mapas e recomenda aplicação do Google

O CEO da Apple escreveu uma carta aberta aos utilizadores
Foto
O CEO da Apple escreveu uma carta aberta aos utilizadores Foto: Justin Sullivan/AFP

O director executivo da Apple, Tim Cook, pediu desculpas pelas falhas na aplicação de mapas do mais recente sistema operativo para iPhone e iPad, numa carta aberta aos seus utilizadores. Enquanto a empresa não melhora a aplicação, o responsável recomenda os mapas do Google e da Nokia, entre outros.

O iOS 6 é a primeira versão do sistema operativo da Apple que não conta com a aplicação de mapas do Google, depois de a empresa de Palo Alto ter decidido desenvolver a sua própria aplicação. Os erros detectados por muitos utilizadores levaram agora Tim Cook a fazer um pedido de desculpa público.

"Lamentamos profundamente toda a frustração causada aos nossos clientes e estamos a fazer todos os possíveis para tornar o Maps numa aplicação melhor", escreve Tim Cook.

"À medida que o tempo avançava, queríamos proporcionar aos nossos consumidores uma melhor aplicação, que incluísse direcções em tempo real, integração de voz e mapas vectoriais", explica.

A subsituição da aplicação do Google pela da Apple foi mal recebida pelos utilizadores, que reportaram uma série de erros, como a localização de estações de serviço no topo de edifícios ou do Pacífico Norte na África Central.

Enquanto a empresa trabalha na actualização da sua própria aplicação, o director executivo recomenda o trabalho da concorrência, nomeadamente o da grande rival Google. "Podem experimentar alternativas através do download de aplicações de mapas disponíveis na App Store,como o Bing, o MapQuest ou o Waze, ou ir aos sites da Google e da Nokia e usar as suas aplicações para telemóveis, instalando um ícone no ecrã", sugeriu o patrão da Apple.

O iPhone 5 está disponível em Portugal a partir desta sexta-feira.