Tubarão avistado junto a Vila Nova de Milfontes

Foto
O animal foi avistado perto de Vila Nova de Milfontes Pedro Cunha

Dado que nesta terça-feira ainda não foram registados nenhuns avistamentos, o funcionamento das praias voltou ao normal.

“Fizemos uma busca esta manhã por volta das 9h e não vimos nenhum tubarão, portanto decidimos hastear a bandeira verde das três praias”, afirmou ao PÚBLICO o Comandante Arrifana Horta da Capitania de Sines, referindo-se à praia da Franquia, do Farol e das Furnas.

Durante o dia de ontem, às 16h20, registou-se um primeiro avistamento de um tubarão com cerca de um metro e meio de comprimento, no rio Mira, que desagua no mar. Os banhistas informaram o nadador salvador que hasteou a bandeira vermelha como medida de precaução.

A Polícia Marítima foi informada do sucedido e as buscas iniciaram-se nessa mesma tarde, envolvendo ainda nadadores salvadores. “Por uma questão de prevenção achámos que seria melhor hastear a bandeira vermelha nas três praias perto do Rio Mira”, afirmou o Comandante Arrifana Horta. O aparecimento do tubarão assustou vários banhistas que “entraram em pânico”.

O segundo avistamento ocorreu por volta das 18h15. Nesta altura o tubarão estava “a sair do rio”, salienta o comandante. Na manhã desta terça-feira não foram encontrados nenhuns vestígios do animal marítimo e as três praias voltaram ao normal funcionamento com a bandeira verde hasteada.

Segundo o Comandante da Capitania de Sines, não há registos de avistamento desta espécie marítima no rio. “No mar é mais comum mas ainda assim são tubarões inofensivos como o tubarão-frade”, tranquiliza.