Massacre num cinema em Denver causou 12 mortes

Jessica Ghawi escapou a ataque em Toronto mas não sobreviveu no Colorado

Jessica Ghawi na fotografia colocada no seu perfil no Twitter
Foto
Jessica Ghawi na fotografia colocada no seu perfil no Twitter

Era apaixonada por jornalismo e por desporto, tinha 24 anos e já dera os primeiros passos na televisão. Jessica Ghawi escapou por minutos ao ataque de Junho em Toronto. Foi atingida por uma das balas disparadas na sala de cinema do Colorado e não sobreviveu.

“O filme não começa, há já 20 minutos”, escreveu no Twitter já dentro da sala do complexo de cinemas Century 16 em Aurora, no Colorado. Parecia entusiasmada para assistir à estreia de Batman “The Dark Knight Rises”, e aquela viria a ser a sua última mensagem.

Aos poucos começam a ser divulgadas as identidades das vítimas do massacre desta sexta-feira, e a família já confirmou que Jessica Ghawi não sobreviveu.

Há pouco mais de um mês, a 2 de Junho, tinha saído há cerca de cinco minutos do Toronto Eaton Centre, no Canadá, onde estava de férias, quando um homem disparou matando duas pessoas e ferindo 19.

Na altura, Jessica também deixou mensagens: “Eu vi como a vida é frágil”, escreveu no seu blogue. “Eu vi as vítimas de um crime sem sentido. Não sabemos quando ou onde o nosso tempo na Terra vai terminar. Quando ou onde iremos respirar pela última vez. Para um homem, isso aconteceu no meio de um pátio de quiosques de comida repleto, numa noite de sábado”.

Para Jessica, aconteceu esta sexta-feira. O seu irmão, Jordan Ghawi, escreveu uma mensagem a contar como soube da notícia. “Recebi uma mensagem da minha mãe, em histeria, quase imperceptível, a dizer que a minha irmã, Jessica Ghawi, tinha sido baleada quando assistia à sessão da meia-noite de The Dark Knight Rises” em Denver. Consegui contactar com o rapaz que estava com ela, um amigo comum, Brent Lowak, que me confirmou que os dois estavam no cinema quando foi lançado um objecto que deitou fumo e depois começaram os tiros”.

Os dois estariam sentados a meio da sala. A determinada altura, Brent ouviu Jessica gritar, contou Jordan Ghawi. Tinha sido atingida numa perna, e Brent Lowak ainda terá procurado estancar a hemorragia e prestar os primeiros socorros, mas os tiros voltaram a soar na sala e a determinada altura deixou de ouvir Jessica gritar. “Disse que viu um ferimento na cabeça”, contou Jordan Ghawi, e então acabou por fugir.

Nascida no Texas, Jessica Ghawi tinha-se mudado para Denver há pouco tempo, depois de terminar a universidade. Escrevia sobre desporto, tinha um blogue dedicado ao hóquei e já tinha participado no programa televisivo da Ticket 760 Sportsradio apresentado por Mike Taylor em San António, no Texas. Hoje Taylor recordou-a como uma profissional apaixonada pela comunicação. “Ela adorava os media, queria realmente trabalhar na área e iria fazê-lo por muito tempo”.