adambowie/Flickr
Foto
adambowie/Flickr

Estudantes criam concurso de investigação científica

2500 euros é o prémio do Fundação AstraZeneca Innovate Competition. Um concurso que promove projectos científicos, destinado a estudantes de licenciatura ou mestrado

Investigação científica combina com licenciados. Foi com este princípio que surgiu o Fundação AstraZeneca Innovate Competition. O concurso tem como objectivo premiar a melhor ideia na área das ciências médicas.

O vencedor terá uma bolsa de 2500 euros para desenvolver o projecto que propôs. O concurso está inserido no congresso iMed 4.0, evento desenvolvido pela associação de estudantes da faculdade de Ciências Médicas de Lisboa - FCM-UNL. Destinado aos alunos de licenciatura e mestrado em Ciências Médicas, e coordenada também por estudantes, "queremos aproximar os estudantes à investigação científica", conta Ana Rita Alves, responsável pelo concurso.

Organizar um congresso não é tão simples quanto parece. Ainda menos quando se junta um concurso com um prémio de 2500 euros. "Nos dias de hoje, ninguém dá dinheiro só porque sim", observa Ana Rita Alves. Entre procurar patrocínios e arranjar apoios, os alunos da FCM-UNL chegaram a um acordo com a Fundação AstraZeneca, que financiou o concurso. A inscrição pode ser feita entre 20 de Junho e 16 de Setembro, durante duas fases: primeira fase de 20 de Junho a 20 de Agosto, e segunda fase de 5 a 12 de Setembro. Apenas no dia 21 de Outubro — durante o congresso iMed 4.0 — será anunciado o vencedor.

O júri que irá avaliar os projectos em competição irá ter em conta "a originalidade, a utilidade, a antecedência do envio das candidaturas, a qualidade do CV do investigador, a qualidade do instituto onde o projecto foi desenvolvido e colaborações com outras instituições nacionais ou internacionais", segundo o regulamento do concurso.