Combustíveis

Vendas de gasolina caem quase 10% em Março

Consumo de combustíveis rodoviários desceu
Foto
Os preços dos combustíveis estão a contribuir para a inflação baixa David Clifford/Arquivo

As vendas de combustíveis continuaram a cair durante o primeiro trimestre deste ano, com destaque para as gasolinas, que registaram uma descida de 9,7% em termos homólogos.

Os dados provisórios divulgados hoje pela Direcção-Geral de Energia e Geologia, e que têm como base o consumo registado no ano móvel (ou seja, o consumo acumulado durante um ano), mostram que o consumo de combustíveis rodoviários desceu 7,5% nos 12 meses que terminaram em Março passado, face ao mesmo período do ano anterior.

Quanto ao gasóleo rodoviário, o consumo caiu também de forma significativa, com os automobilistas a comprarem menos 6,9%. O diesel continua aliás a ser o combustível rodoviário mais vendido em Portugal, com vendas quase quatro vezes superiores às das gasolinas.

Já o único combustível que contrariou a tendência de descida foi o GPL Auto, com uma subida de 5,3%, que terá sido motivada pelas diferenças de preço, uma vez que este combustível fica por metade da gasolina.

Por outro lado, as quantidades de GPL vendidas ficam ainda muito abaixo dos outros combustíveis rodoviários: nos 12 meses até Março, tinham-se comercializado 29,6 milhares de toneladas de GPL Auto, 1293 milhares de toneladas de gasolina e 4611 milhares de toneladas de gasóleo.