Aumento da produção e preços de venda mais altos

Lucro da EDP Renováveis subiu 26% homólogos no trimestre

A EDP Renováveis é o quarto produtor mundial de energia eólica
Foto
A EDP Renováveis é o quarto produtor mundial de energia eólica Foto: Rui Gaudêncio

Os resultados líquidos da EDP Renováveis no primeiro trimestre do ano subiram 26% face ao mesmo período de 2011, para 62 milhões de euros, anunciou hoje a empresa.

A EDP Renováveis atribui esta subida em parte à “extensão da vida útil dos projectos para 25 anos, embora parcialmente mitigados pela introdução da contabilização de impostos diferidos nos EUA”. Este lucro supera as estimativas de um grupo de analistas consultado pelo Reuters, que apontava para 54 milhões de euros.

A empresa, que é o quarto maior produtor mundial de energia eólica, aumentou significativamente a produção de electricidade face ao primeiro trimestre de 2011, em 18%, para 5,2 tera watts, e beneficiou de uma subida média, também em termos homólogos, de 4% dos preços de venda da empresa nos vários mercados onde está presente. Na Europa, o preço de venda subiu em média 9% e no Brasil 5%, enquanto nos EUA se manteve estável.

Neste contexto, as receitas da empresa aumentaram 22%, para 346 milhões de euros, e o EBITDA 20%, para 263 milhões, com um aumento de 11% dos custos operacionais, que ficou no entanto abaixo da expansão de actividade da empresa.

O cash-flow operacional cresceu 17% no primeiro trimestre, para 202 milhões de euros, face a um investimento de 55 milhões de euros no mesmo período.

Perto das 10h, a cotação das acções da empresa sofria a maior queda do PSI 20, de 1,92%, para 3,367 euros.