Financiamento às empresas em causa

Primeiro-ministro da China apelou ao fim do monopólio dos grandes bancos

Foto
Foto: Laszlo Balogh/ Reuters (arquivo)

O primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, apelou ao fim do “monopólio” da concessão dos empréstimos pelos grandes bancos, que diz impedirem as empresas de financiarem as suas necessidades de desenvolvimento, num discurso publicado hoje pela imprensa oficial.

Wen Jiabao disse que o Governo precisa de “quebrar este monopólio” para facilitar a circulação de capital privado na segunda maior economia mundial, em declarações publicadas hoje no sítio de internet da rádio nacional chinesa.

“No que respeita ao financiamento dos custos, deixem-me dizer honestamente que os nossos bancos estão a ter lucros demasiado fáceis. E isto acontece porquê? Porque uns quantos grandes bancos estão numa posição de monopólio”, disse numa visita ao Sul da China.

O primeiro-ministro chinês invocou as “grandes dificuldades” na obtenção de créditos, afirmando que “só através dos grandes bancos se conseguem empréstimos”.

“O que podemos fazer agora para facilitar a circulação de capital privado no sistema financeiro é quebrar este monopólio”, declarou.