Cinema

Chimpanzé do Tarzan morreu aos 80 anos na Florida

Imagem retirada do filme "Tarzan, The Ape Man" (1932)
Foto
Imagem retirada do filme "Tarzan, The Ape Man" (1932) Imagem: DR/arquivo

O chimpanzé que, segundo o santuário de vida selvagem onde vivia na Florida, contracenou com Johnny Weissmuller e Maureen O’Sullivan no filme "Tarzan", de 1932 a 1934, morreu na semana passada, aos 80 anos.

“É com muita tristeza que comunicamos que perdemos um amigo querido e um membro da família, a 24 de Dezembro”, anuncia o santuário para primatas Suncoast, em Palm Harbor, Florida, em comunicado. Cheetah não resistiu a uma insuficiência renal, detectada este mês.

Segundo o santuário, o animal vivia nas suas instalações desde os anos 1960 e gostava de pintar com as mãos, de futebol e de ouvir música, contou a porta-voz da instituição, Debbie Cobb, ao jornal Tampa Tribune. O mais famoso dos 15 chimpanzés do santuário gostava de ver as pessoas a rir, acrescentou Cobb.

Um chimpanzé chamado Cheeta, que vive na Califórnia, foi considerado durante muito tempo o animal que entrou nos filmes do Tarzan. Mas depois de uma investigação histórica, essa pretensão foi retirada, conta esta quarta-feira a BBC. Também é possível que vários animais tenham sido usados nos filmes.