Na Califórnia

Google anuncia investimento de 94 milhões na energia solar

Este é o primeiro investimento da Google em centrais fotovoltaicas a larga escala nos Estados Unidos
Foto
Este é o primeiro investimento da Google em centrais fotovoltaicas a larga escala nos Estados Unidos Michaela Rehle/Reuters/arquivo

A Google anunciou que investiu 94 milhões de dólares (71,8 milhões de euros) em quatro projectos de energia solar fotovoltaica em Sacramento, na Califórnia. O seu pacote de investimentos em energias “limpas” ascende agora aos 915 milhões de dólares (698 milhões de euros).

Este é o primeiro investimento da Google em centrais fotovoltaicas a larga escala nos Estados Unidos, que contribuirão com energia para a rede eléctrica. Até agora, a empresa dedicou-se a financiar a instalação de painéis solares nos telhados de cerca de dez mil pessoas. Segundo a Google, estes têm uma capacidade total de 88 megawatts (MW).

As centrais fotovoltaicas serão construídas pela empresa Recurrent Energy.

“Acreditamos que faz sentido investir no sector das energias renováveis e esperamos que os projectos de energias ‘limpas’ continuem a atrair novas fontes de financiamento para ajudar o mundo a tornar-se mais sustentável”, escreve o responsável pela Tesouraria da empresa, Axel Martinez.

Na mesma semana do anúncio da Google, a BP revelou a sua intenção de sair do negócio solar porque se tornou não lucrativo, noticia a Bloomberg, citando o director-executivo da BP Solar, Mike Petrucci. A BP lembrou a competição forte da China na indústria do solar, que fez aumentar a produção.