UE ameaça bloquear ajuda à Grécia

Foto
George Papandreou Foto: Thierry Roge/Reuters

Segundo a agência Europa Press, que cita o jornal Le Monde, essa é a mensagem que o Presidente francês, Nicolas Sarkozy, e a chanceler alemã, Angela Merkel, transmitirão ao primeiro-ministro grego, George Papandreou, hoje à tarde.

Os três responsáveis reúnem-se em Cannes antes do início da cimeira do G-20, e depois de Papandreou ter anunciado a realização de um referendo sobre as condições do resgate europeu.

Nesse encontro participarão também a directora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, e os representantes das instituições da União Europeia.

A ajuda de oito mil milhões de euros, que corresponde à sexta tranche do primeiro resgate à Grécia, foi aprovada a 21 de Outubro, depois de vários atrasos da Grécia na aplicação de medidas de austeridade acordadas.

O Le Monde refere que tanto a UE como o FMI consideram “inimaginável” entregar esse pacote de oito mil milhões de euros depois do anúncio do referendo.

Os cálculos em Paris sugerem que a Grécia ficará sem dinheiro o mais tardar em Dezembro, uma situação que poderá ser usada como pressão para que se cancele o referendo ou que, a avançar, acelere a sua realização.

Segundo o jornal, os líderes europeus pedirão também ao governante grego que questione directamente os cidadãos do seu país sobre se desejam ou não sair da moeda única. “Não podemos impedir que os gregos se suicidem”, refere um diplomata francês, citado pelo jornal.

Notícia actualizada às 12h12 e corrigidda às 14h06

: George Papandreou, primeiro-ministro grego, estava erradamente referido como Presidente da Grécia.

Sugerir correcção
Comentar