Jafar Panahi

Foto
Reuters

É inevitável falarmos do cineasta erguido a símbolo da resistência à deriva ditatorial do regime iraniano sobre as artes. O Irão, que é presença regular no Doc e foi alvo de especial atenção em 2009, regressa este ano com a exibição de "Isto Não É um Filme", "não-filme" sobre a reclusão domiciliária de Panahi criado com o documentarista Mojtaba Mirtahmasb (São Jorge, dia 23, às 18h, em salas a 3 de Novembro), e com o filme colectivo sobre a "revolução verde" "Fragments d'une Révolution" (Londres, dias 24, 18h45, e 30, 19h15).

Sugerir correcção
Comentar