Presidente do banco suíço UBS demite-se

Foto
Grübel (na fotografia) será substituído por Sergio P. Ermotti Christian Hartmann/Reuters (arquivo)

O presidente do Conselho de Administração, Kaspar Villiger, disse hoje que Oswald considerou que seria seu dever assumir a responsabilidade pelas enormes perdas provocadas por negociações não autorizadas na sua unidade de investimentos sedeada em Londres.

O escândalo causado pelas negociações alegadamente feitas por um corretor de mercados do banco, Kweku Adoboli, que foi detido na semana passada, acontecem três anos depois de o UBS quase ter entrado em colapso devido a perdas de 50 mil milhões de dólares de activos tóxicos, durante a crise económica de 2008.

O banco disse ainda que Grübel será substituído por Sergio P. Ermotti, que passa, por enquanto, a director-executivo interino.