União Europeia

Vítor Gaspar apresenta programa de ajustamento em 180 segundos

“Fui recebido com uma simpatia absolutamente inexcedível”, afirmou o ministro das Finanças.
Foto
“Fui recebido com uma simpatia absolutamente inexcedível”, afirmou o ministro das Finanças. Thierry Roge/Reuters

O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, não precisou de mais de 180 segundos para explicar nesta terça-feira aos seus parceiros do euro as intenções do governo no que se refere à aplicação do programa de ajustamento português.

“Julgo ter falado 180 segundos ou coisa que o valha”, afirmou Vítor Gaspar no final da sua primeira reunião dos ministros das Finanças da zona euro, que decorreu nesta terça-feira, e da União Europeia (UE), e terminou ao início da tarde.

Nesta breve exposição, o ministro disse que não entrou em grandes detalhes sobre as medidas em concreto, embora tenha mencionado o imposto especial anunciado recentemente pelo Governo, equivalente a cerca de metade do subsídio de Natal.

Os detalhes deste imposto serão apresentados pelo ministro até ao fim da semana, embora a data ainda não esteja fixada por “questões de agenda”, precisou.

Vítor Gaspar explicou ainda que procurou sobretudo realçar “o enorme consenso” nacional que rodeia o programa e a intenção do governo de tentar “ir além” das medidas nele previstas e de “acelerar a sua execução”.

“Fui recebido com uma simpatia absolutamente inexcedível”, afirmou.