Torne-se perito

Quercus alerta para a destruição de azevinho no Buçaco

O azevinho é protegido por lei
Foto
O azevinho é protegido por lei Rui Gaudêncio

A organização ambientalista Quercus diz que o abate de pinheiros próximo da Mata Nacional do Buçaco está a destruir “o maior núcleo de azevinhos protegidos em Portugal”.

“Nas últimas semanas tem ocorrido o corte do pinhal por madeireiros, destruindo dezenas de azevinhos arbóreos protegidos legalmente, assim como a abertura de acessos sobre linhas de água existentes no Perímetro Florestal do Buçaco, nos baldios próximos da localidade de Cerquêda, freguesia de Carvalho, no concelho de Penacova”, lê-se num comunicado dos ambientalista, divulgado hoje.

Segundo a Quercus “não existe acompanhamento nem condicionantes impostas pela Autoridade Florestal Nacional, enquanto dona da obra, aos madeireiros contratados para conservarem o bosque de azevinhos protegidos, resultando numa gestão danosa do património público florestal”.

O PÚBLICO tentou sem sucesso contactar a Autoridade Florestal Nacional.

Sugerir correcção