Congresso PS

José Sócrates reeleito secretário-geral com 96,43 por cento dos votos

Em Novembro de 2006, quando foi pela primeira vez reeleito sem oposição, Sócrates obteve 96,8 por cento dos votos
Foto
Em Novembro de 2006, quando foi pela primeira vez reeleito sem oposição, Sócrates obteve 96,8 por cento dos votos Paulo Pimenta/PÚBLICO

José Sócrates foi reeleito pela terceira vez secretário-geral do PS ao reunir 96,43 por cento dos votos nas eleições directas do partido, que decorreram entre sexta-feira e ontem, revelou o partido em comunicado.

Num universo de cerca de 73.000 militantes, o único candidato para a eleição de secretário-geral do PS, José Sócrates obteve 25.393 votos, durante um escrutínio com 736 votos brancos (2,79 por cento) e 202 nulos (0,76 por cento).

Os resultados mencionados correspondem ao apuramento de 711 das 718 secções de voto a que correspondem oito delegados por atribuir de um total de 1730.

Neste acto eleitoral, estão ainda por apurar as secções de Chateauxbriand (França), Suíça e Winnipeg (Canadá) e, ao contrário do previsto, a votação não se realizou em Dortmund (Alemanha) e Belo Horizonte (Brasil).

As eleições serão repetidas nas secções de Pampilhosa da Serra e Vila Nova de Poiares, ambas na Federação do PS/Coimbra.

A repetição do acto eleitoral terá lugar a 20 de Fevereiro à mesma hora no mesmo local.

Dos 73104 militantes inscritos, participaram nas eleições de sexta-feira e ontem um total de 26.331 votantes, um número semelhante ao de 2006.

Em 2004, quando teve a oposição de Manuel Alegre e de João Soares na corrida à liderança, Sócrates venceu com cerca de 78 por cento dos votos e registou-se uma participação - então considerada recorde - de 35.000 militantes.

Em Novembro de 2006, quando foi pela primeira vez reeleito sem oposição, Sócrates obteve 96,8 por cento dos votos, tendo participado no acto eleitoral 26.553 militantes, num universo de cerca de 90 mil.

Além do secretário-geral, os militantes socialistas votaram também sexta-feira e ontem para eleger 1730 delegados para o congresso do PS, que se realiza entre 27 deste mês e 01 de Março, em Espinho.

Moção de Sócrates consegue eleger 1700 delegados

A moção de José Sócrates, "PS - A Força da Mudança", conseguiu eleger um total de 1700 delegados, enquanto que as outras duas moções, em conjunto, não foram além dos 22 delegados.

Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região de Lisboa e Vale do Tejo, António Fonseca Ferreira, que liderou a moção "Mudar para Mudar: Mudar o PS para Mudar Portugal", conseguiu eleger 21 delegados.

Por seu lado, o professor universitário António Brotas viu a sua moção, "Democracia e Socialismo", elegeu um delegado.

As moções de Fonseca Ferreira e de António Brotas não conseguiram assim eleger o número mínimo de 50 delegados para que as suas propostas políticas pudessem ser discutidas durante o congresso do partido.

Além dos 1729 delegados eleitos pelas "bases" socialistas, no congresso de Espinho estarão ainda 133 delegados inerentes com direito a voto.

Fazem parte deste último universo o secretário-geral, o presidente do partido, os membros do Secretariado, da Comissão Política Nacional, os presidentes dos grupos parlamentares (Assembleia da República, Parlamento Europeu e parlamentos regionais), os presidentes das federações, membros da JS da Comissão Política do PS e líderes da tendência sindical, associação de autarcas e departamento das mulheres.

No plano teórico, poderão ainda participar no congresso mais cerca de mil delegados com direito de intervenção, embora sem direito a voto.

Estão neste grupo os membros da Comissão Nacional do PS, membros do Governo e de executivos regionais filiados neste partido, presidentes de câmaras e de assembleias municipais socialistas, primeiros eleitos pelos socialistas em autarquias em que o PS foi derrotado, deputados regionais e presidentes de comissões políticas concelhias.

Além da aprovação da moção de orientação política global do PS para os próximos dois anos, os congressistas vão ainda votar em moções sectoriais, cujo prazo de entrega apenas termina no próximo dia 23.