Coimbra

Ciclovia do Mondego vai ligar Coimbra à Figueira da Foz

O projecto da ciclovia poderá estar finalizado no próximo ano
Foto
O projecto da ciclovia poderá estar finalizado no próximo ano PÚBLICO (arquivo)

As cidades de Coimbra e Figueira da Foz vão passar a estar ligadas por uma ciclovia, para a qual já está aprovada uma verba de dois milhões de euros, no âmbito do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), foi hoje anunciado.

A candidatura foi formalizada pela Associação de Municípios do Baixo Mondego e o estudo prévio, já concluído, foi elaborado pelo arquitecto Miguel Figueira, da Câmara de Montemor-o-Velho.

"Se não houver grandes alterações ao estudo prévio, teremos o projecto finalizado no próximo ano", disse hoje o vereador da Câmara de Coimbra Luís Providência, após uma conferência de imprensa sobre as iniciativas da autarquia no âmbito do Dia Europeu sem Carros, que se assinala segunda-feira.

A chamada Ciclovia do Mondego inclui dois percursos, um da Portagem (Coimbra), até Montemor-o-Velho/Figueira da Foz, e outro entre a Portela, junto ao parque de campismo de Coimbra, e a zona do Choupal, para a qual não existe ainda estudo prévio.

O presidente da Câmara, Carlos Encarnação, reconheceu que Coimbra é "uma cidade difícil" em termos de circulação, mas a autarquia tem tentado incrementar o uso dos transportes públicos e apostado em veículos menos poluentes, como são os tróleis e o mini-autocarro eléctricos "Pantufinhas", que ligam a Baixa à Alta da cidade.

Entre as medidas anunciadas hoje pela autarquia estão a criação de mais duas vias para autocarros e a instalação de mais parquímetros na cidade, não tendo sido revelado o número de estacionamentos ou área abrangida.

Segunda-feira, a circulação no centro de Coimbra fica reservada a peões, transportes públicos e veículos de emergência, entre as 10h00 e as 17h00.