Estudo do Canadá

Amamentação prolongada pode aumentar a inteligência das crianças

A amamentação pode ter influência na inteligência dos bebés
Foto
A amamentação pode ter influência na inteligência dos bebés Dulce Fernandes/PÚBLICO (Arquivo)

A amamentação prolongada pode aumentar o QI (coeficiente de inteligência) das crianças. A Universidade de McGill no Canadá estudou 14.000 crianças da Bielorrússia e encontrou uma ligação entre o tempo de amamentação e a inteligência demonstrada num teste de QI, que as crianças fizeram aos seis anos de idade.

Estudos anteriores já tinham feito esta ligação. Mas sabe-se que as crianças que são amamentadas durante mais tempo pertencem normalmente a famílias mais abastadas, e a maior inteligência pode ser o resultado de tudo o que uma família rica pode proporcionar. O estudo foi feito em 31 hospitais e clínicas da Bielorrússia e teve este factor em conta.

Os investigadores dividiram as crianças ao acaso em duas populações, uma com o acompanhamento normal e a segunda onde as mães foram encorajadas a amamentar as crianças durante mais tempo.

Concluiu-se que as crianças que são alimentadas exclusivamente pelo leite da mãe durante os primeiros três meses têm em média quase mais seis pontos no teste de QI feito aos seis anos e meio. Este facto também se comprova na escola, onde os resultados na escrita e na leitura são melhores.

Michael Kramer, professor de Pediatria da Faculdade de Medicina da Universidade de McGill no Quebeque e líder do estudo, diz que a relação é causal. Mas que “continua por se determinar se os benefícios cognitivos são causados por algum constituinte do leite materno ou das interacções físicas e sociais inerentes à amamentação”.

As explicações podem ser muitas, os ácidos gordos do leite podem aumentar a inteligência. Mas o relatório também aponta para as interacções físicas e emocionais que se estabelecem durante a amamentação e que podem causar uma alteração permanente no desenvolvimento do cérebro. Outra causa pode ser a interacção verbal entre a mãe e o bebé durante a amamentação.

Países como a Inglaterra recomendam que a alimentação dos bebés durante os primeiros seis meses seja só o leite das mães.