HEALTH CLUSTER PORTUGAL
Pólo de Competitividade da Saúde
 
Lista provisória de associados fundadores
 
Centros de Investigação
CCG - Centro de Computação Gráfica Guimaraes
Citeve - Centro Tecnológico Ind Textil e Vestuário Famalicão
CNC - Centro de Neurociências e Biologia Celular Coimbra
Fundação Champalimaud Lisboa
IBET - Instituto de Biologia Experimental e Tecnologia Lisboa
IBMC - Instituto de Biologia Molecular e Celular Porto
IMM - Instituto de Medicina Molecular Lisboa
INEB - Instituto de Engenharia Biomédica Porto
INEGI - Instituto de Engenharia e Gestão Industrial Porto
INESC Porto - Instituto de Eng de Sistemas e Computadores Porto
INL - Instituto Ibérico Internacional de Nanotecnologias Braga
Instituto Gulbenkian de Ciência Oeiras
IPATIMUP - Instituto Patologia e Imunologia Molecular da UP Porto
PIEP - Pólo de Inovação em Engenharia de Polímeros Guimaraes
Universidades
Universidade Católica Lisboa
Universidade de Coimbra Coimbra
Universidade de Lisboa Lisboa
Universidade do Minho Braga
Universidade do Porto Porto
Parques de Ciência e Tecnologia
Avepark - Parque de Ciência e Tecnologia, SA Guimaraes
Biocant - Centro de Inovação em Biotecnologia Cantanhede
Indústria Farmacêutica
Ablynx, SA Porto
Alfama - Investigação e Desenv Produtos Farmaceuticos, Lda Lisboa
Bial - Portela & CA, SA Porto
Biotecnol, SA Lisboa
BluePharma - Indústria Farmacêutica, AS Coimbra
Cipan, SA  Lisboa
GlaxoSmithKline Lisboa
Hovione FarmaCiencia SA Lisboa
Jansen-Cilag Farmacêutica, SA Lisboa
Laboratórios Atral, SA  Lisboa
Laboratórios EDOL - Produtos Farmacêuticos, AS Lisboa
Laboratórios Pfizer, Lda Lisboa
LusoMedicamenta - Soc Tecnica Farmacêutica, SA Lisboa
Medinfar - Produtos Farmacêuticos, SA Lisboa
Technophage, SA Lisboa
Tecnifar - Ind Técnica Faramêutica, SA Lisboa
Tecnimede -Soc Tecnico-Medicinal, SA Lisboa
Wyeth Lederle Portugal (Farma), Lda Lisboa
Serviços e dispositivo médico
AIBILI - Assoc Inv  Biomédica e Inovaçao em Luz e Imagem Coimbra
Alert - Life Sciences Computing, SA Porto
Bastos Viegas, SA Penafiel
Biocodex, SA  Porto
Caso - Consultores Assc Organizações e Informática, Lda Braga
CGC - Centro de Genética Clínica Porto
Crioestaminal - Saúde e Tecnologia, SA Cantanhede
Esteriplas, Lda S M Feira
Eurotrials - Consultores Científicos, SA Lisboa
Fapomed - Ind Produtos Médico-Cirúrgicos, SA Felgueiras
Medmat Inovation, Lda Maia
Nanologic - Tecnologias de Micro e Nanomoldação, Lda Barcelos
Neutroplast - Ind de Embalagens Plásticas, SA S M Agraço
PMH - Produtos Médico-Hospitalares, SA Penafiel
Pronefro - Produtos Nefrológicos, SA Maia
Hospitais/ Cuidados de Saúde
Casa Saúde Guimarães /Hospital Privado Guimarães Guimaraes
CRPG - Centro de Reabilitação Profissional de Gaia Gaia
Espirito Santo Saúde, SGPS, SA  Lisboa
Hospitais da Universidade de Coimbra Coimbra
Hospital de Santa Maria Lisboa
Hospital de Santo António Porto
Hospital de Vila Nova de Gaia Gaia
Hospital Matosinhos Matosinhos
Hospital S.João Porto
HPP - Hospitais Privados de Portugal, SGPS, AS Lisboa
Instituto Português de Oncologia - Porto Porto
Instituto Português do Sangue Porto
José de Mello Saúde, SGPS, SA  Lisboa
Representante do Estado
CCDRN - Comissão Coordenação Desenv Regional do Norte Porto

Cluster da saúde nasce hoje para lançar sector a nível mundial

Foto
A união faz a força, dizem os promotores Adriano Miranda

Luís Portela, da farmacêutica Bial, será o presidente da associação HCP, que, para além de vários laboratórios e produtores de dispositivos médicos, conta entre os seus associados com outros pesos pesados, como a Fundação Champalimaud e o Instituto Ibérico de Nanotecnologias, na investigação, ou o grupo José de Mello Saúde e os Hospitais Privados de Portugal, na área da prestação de cuidados.

Luís Portela e o grupo de 20 fundadores do HCP foram ultrapassados nas suas melhores expectativas. Esperavam ter no final do primeiro ano uns 50 associados. Têm quase 70 no acto de constituição da associação (ver lista em www.publico.pt), o que demonstra, segundo o líder da maior farmacêutica portuguesa, que "as empresas percebem que há conhecimento profundo, bom, na área das universidades e quem vive nas universidades percebeu que chegou o momento de fazer a ponte com as empresas". A Bial já trilhou esse caminho, e nem a venda de uma das suas divisões de investigação, anunciada precisamente esta semana, ofusca esse trajecto, que se faz de uma ligação estreita com centros de investigação nacionais e estrangeiros e que deu origem a um novo antiepiléptico a lançar no próximo ano.

A associação tem como objectivo fomentar o registo de patentes e a transferência de tecnologia entre quem investiga e quem produz, apostando em áreas já identificadas: o bem-estar/envelhecimento, as doenças neurodegenerativas, vários tipos de cancros e doenças cardiovasculares... e, fruto da integração de centros ligados à engenharia e informática, a e-health. A denominação escolhida, Health Cluster Portugal, visa facilitar a outra tarefa do HCT: a promoção internacional da capacidade de investigação e desenvolvimento instalada em Portugal no sector saúde.

O exemplo escandinavo

Como ponta de lança desse trabalho, o HTC contará, numa das vice-presidências, com o ex-reitor da Universidade sueca de Lund, Per Belfrage, presidente e "alma" do Medicon Valley, um projecto transnacional que colocou a área de Oresund (Dinamarca/Suécia) no mapa mundial da inovação em biotecnologia, atraindo para aquela região milhões de euros em investimentos na área das ciências da vida. As parcerias internacionais que o cluster consiga obter serão essenciais para a captação de fundos do sétimo Programa Quadro de Ciência, que apoiará projectos que reforcem as relações entre a indústria e a investigação num contexto transnacional e no qual se inscreve o objectivo de tornar a Europa no líder mundial em vários sectores, entre eles o da saúde.

Em Portugal, os agentes da saúde ganharam consciência da importância desta corrida. O epicentro deste movimento de clusterização nacional do sector começou no Norte (ver texto ao lado), mas, rapidamente, o projecto, que vem sendo acompanhado de perto pelo Governo, captou o interesse de empresas e instituições das áreas de Coimbra e Lisboa.

O administrador geral da Criostaminal, de Cantanhede, explica por que não poderia ficar de fora. "Este projecto cria condições para que o nosso país seja competitivo a nível internacional", vaticina Raul Santos, satisfeito por poder partilhar recursos e conhecimentos com alguns dos melhores centros de investigação do país, como os três laboratórios associados da Universidade do Porto que tiveram um papel fundamental na constituição do cluster e que deram o exemplo de que "a união faz a força", juntando-se este ano num consórcio, o I3S, onde trabalham mais de 700 investigadores.

Sugerir correcção
Comentar