Panama Papers

Todos os tópicos

A TAP ficou a dever dez milhões de euros a uma subsidiária da Sonangol por causa de um esquema de corrupção montado em benefício das finanças pessoais de dirigentes da petrolífera angolana, com a ajuda de um administrador da transportadora aérea portuguesa.

  • A TAP ficou a dever dez milhões de euros a uma subsidiária da Sonangol por causa de um esquema de corrupção montado em benefício das finanças pessoais de dirigentes da petrolífera angolana, com a ajuda de um administrador da transportadora aérea portuguesa.

  • Nawaz Sharif fez o anúncio depois de se ter reunido com os líderes da Liga Muçulmana do Paquistão

  • É a terceira vez que Nawaz Sharif é forçado a deixar a chefia do Governo. O Supremo Tribunal acusou-o de esconder rendimentos. Governo fala em "facada nas costas da democracia".

  • O Supremo Tribunal de Justiça retirou a idoneidade a Nawaz Sharif e ao ministro das Finanças Ishaq Dar. Será a primeira vez que um líder político é judicialmente afastado no Paquistão.

  • Entidade que auditou “apagão” dos offshores no fisco reconduziu inspectora apanhada no Swissleaks, com funções de topo no controlo financeiro de contratos de concessão. IGF invoca parecer da PGR.

  • Governo de António Costa em silêncio sobre pedido de esclarecimento da Comissão Europeia. Madeira reafirma “legalidade” da adjudicação directa.

  • Enteado do vice-presidente de Angola e gestor de negócios do general Kopelipa surgem entre os beneficiários do negócio. Ex-administrador da TAP suspeito de corrupção.

  • A estratégia promovida por grandes empresas ou celebridades de acordo com a qual “minimizar o imposto maximiza o valor accionista” sofrerá severas retaliações legais.

  • Funchal entregou por mais dez anos a concessão do centro de negócios à SDM, do Grupo Pestana. Comissão Europeia diz agora que o processo não está de acordo com a legislação comunitária, que deveria ter sido adoptada por Portugal até Fevereiro do ano passado.

  • Dados da empresa Mossack Fonseca estão agora na posse das autoridades que vão procurar indícios de crimes de cidadãos alemães.