José Pacheco Pereira

Todos os tópicos

Estamos rodeados de ecrãs e a vida parece caber em meia dúzia de polegadas. Nos transportes públicos, nos restaurantes, em casa. Há quem pense que a utilização febril dos dispositivos conduz afinal a uma nova forma de ignorância.

  • Estamos rodeados de ecrãs e a vida parece caber em meia dúzia de polegadas. Nos transportes públicos, nos restaurantes, em casa. Há quem pense que a utilização febril dos dispositivos conduz afinal a uma nova forma de ignorância.

  • A esquerda tem de ser organização popular e solução para quem hoje teme.

  • Fundador do PSD vai a sepultar nesta terça-feira no Cemitério de Agramonte. Não haverá qualquer cerimónia religiosa.

  • Quando invoco o TINA, não estou a dizer que é preferível a inexistência de opções.

  • Livro de Márcia Galrão e Rita Tavares, lançado esta quinta-feira, recolhe “dados e testemunhos que vão ajudar a ‘fixar’ a história” do primeiro acordo de Governo da esquerda portuguesa, escreve Pacheco Pereira, no prefácio

  • É provável que sejam mais as ideias que nos separam. Mas junto-me a elas – ou junto-me nelas – porque se tornaram fruto raro da árvore chamada Pensamento.