Um avô que pratica pilates e ainda escreve cartas de amor

Catarina Sobral escreveu e desenhou O Meu Avô. Agora, leu-o em voz alta, assinalando o Dia dos Avós, que se comemora neste domingo, e integrando os Livros para Escutar do blogue Letra pequena.

Com este livro, foi considerada a melhor ilustradora internacional, com menos de 35 anos, pelo júri da Feira Internacional do Livro Infantil de Bolonha de 2014.

“Entre os livros que já fiz, talvez seja o meu preferido”, diz ao PÚBLICO antes de entrar para o estúdio e narrar divertida a história de um avô que pratica pilates, faz piqueniques na relva e ainda escreve cartas de amor.

Editado pela Orfeu Negro (colecção Orfeu Mini), O Meu Avô integra a lista do Plano Nacional de Leitura (2.º ano do 1.º ciclo – leitura autónoma) e já está publicado em italiano e coreano. Seguem-se as traduções para francês, chinês, japonês, sueco, húngaro, alemão, espanhol e português do Brasil.

Até 7 de Agosto, podem ser vistos trabalhos de Catarina Sobral na galeria Abysmo, em Lisboa, na exposição Tentar Outra Vez. Falhar Melhor. Além das ilustrações para livros, estão expostas as imagens criadas para a revista Granta (n.º5). Até ao final do ano, decorre também uma mostra de originais da autora no Itabashi Art Museum, em Tóquio (Japão).

O Meu Avô
Texto e ilustração: Catarina Sobral
Edição Orfeu Negro
49 págs., 12€

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.