Na entrevista ao PÚBLICO, a líder do CDS é comedida na ambição. Mas a indefinição do PSD pode dar-lhe uma oportunidade única para mudar a direita.

  • Na entrevista ao PÚBLICO, a líder do CDS é comedida na ambição. Mas a indefinição do PSD pode dar-lhe uma oportunidade única para mudar a direita.

  • Centro-esquerda aposta na redistribuição de cargos na Comissão

  • Entendo que os defensores da velha portugalidade e da nova extrema-direita usarão todo o pretexto para se vitimizar e toda a ocasião para fazer dos outros vítimas.

  • O candidato do centro-direita às presidenciais francesas insiste na sua inocência, recusando sair da corrida, como muitos pedem, e prometeu divulgar os seus impostos.

  • Questões identitárias podem ficar em segundo plano na campanha da líder do partido de extrema-direita.