Natureza em Directo. A vida selvagem de Portugal 24 horas por dia

Acompanhe a transmissão em directo de uma série de animais no seu habitat natural, uma iniciativa que surge de uma parceria com a Unidade de Computação Científica da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCCN). Quer saber mais sobre estes animais? Faça-nos perguntas e nós pediremos a biólogos associados ao projecto que lhe respondam. As câmaras estão activas 24 horas por dia, excepto durante a manutenção dos equipamentos e fora do período de reprodução. Espreitemos, pois, a vida privada dos animais.

Morcegos no Alviela

O Observatório dos Morcegos Cavernícolas do Centro Ciência Viva do Alviela instalou várias câmaras de infravermelhos na gruta da Lapa da Canada para acompanhar diferentes espécies de morcegos. Nesta câmara vemos um plano mais aberto deste abrigo situado nas grutas do Alviela, que é uma das maternidades de morcegos cavernícolas mais importantes do país. 

A galeria que está vigiada 24 horas por dia é utilizada por 12 espécies diferentes de morcegos – nove classificadas como “ameaçadas”. Entre Março e Outubro, a época de reprodução, a Lapa da Canada chega a albergar mais de cinco mil morcegos das 12 espécies. Os nascimentos ocorrem nos meses de Abril, Maio e Junho.

É nesta gruta que se encontra a colónia do morcego-lanudo mais importante de Portugal. Além desta espécie, a gruta serve de abrigo ao morcego-de-peluche, ao morcego-rato-grande, ao morcego-de-ferradura-mediterrânico, ao morcego-de-ferradura-grande, ao morcego-de-ferradura-pequeno, ao morcego-rato-pequeno, ao morcego-de-franja, ao morcego-de-bechstein, ao morcego-de-ferradura-mourisco, ao morcego-hortelão e ao morcego-de-água.

A génese da Natureza em Directo remonta a 2007, numa iniciativa promovida pela Unidade de Computação Científica da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCCN). O PÚBLICO é um dos parceiros principais do projecto, onde se incluem as Infra-Estruturas de Portugal, o Centro Ciência Viva do Alviela, a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), a Associação Vita Nativa – Conservação do Ambiente e o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas.

Comentar