Stoltenberg saúda reforço do apoio à Ucrânia e avisa que “é vital que os EUA façam a sua parte”

O secretário-geral e os ministros da Defesa da NATO criticaram as “palavras irresponsáveis” de Donald Trump, e renovaram o apelo ao Congresso para aprovar a assistência militar de que Kiev precisa.

Foto
Jens Stoltenberg, secretário-geral da NATO Reuters/JOHANNA GERON
Ouça este artigo
00:00
05:00

Com o novo pacote de 60 mil milhões de dólares de assistência militar à Ucrânia ainda por aprovar no Congresso dos Estados Unidos da América, o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, renovou esta quinta-feira o seu apelo para apressar a votação da proposta da Casa Branca para garantir o apoio de que Kiev precisa, pontuado com uma nota de censura à oposição do Partido Republicano.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.
Sugerir correcção
Ler 14 comentários