Elon Musk quer ligar o cérebro humano a máquinas. O que é a Neuralink e como funciona?

Elon Musk quer usar a Neuralink para expandir as capacidades humanas ao ligar o cérebro a máquinas. Não é o primeiro a tentar. O PÚBLICO explica as promessas, a realidade e os riscos da tecnologia.

Foto
Elon Musk quer usar a tecnologia da Neuralink para expandir a memória humana, só que o objectivo ainda está longe KP
Ouça este artigo
00:00
12:27

Elon Musk anunciou esta semana que a sua empresa de implantes cerebrais, a Neuralink, avançou com sucesso para os primeiros ensaios com seres humanos. O objectivo é perceber se a primeira versão dos dispositivos, os Telepathy (inglês para telepatia), conseguem monitorizar e interpretar correctamente a actividade cerebral de alguém e, dessa forma, permitir o controlo de máquinas (incluindo telemóveis) com a mente. O magnata por detrás do projecto compara o processo a substituir “parte do crânio com um smartwatch”. “É bastante fixe”, disse Musk uma apresentação na sede da empresa em Freemont, na Califórnia, em 2020.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.
Sugerir correcção
Ler 4 comentários