O regresso da impotência europeia

Começou bem na Ucrânia, mas ainda pode acabar mal. Os europeus parecem estar a regressar a um certo espírito derrotista que não é um bom sinal.

Ouça este artigo
00:00
08:08

1. Quando se dirigiu à reunião de Tóquio dos líderes do G7, na quarta-feira passada, Volodymyr Zelensky lembrou-lhes que continua a ser do seu interesse não vacilar no apoio à Ucrânia. “A Rússia só acredita numa coisa: que, no próximo ano, a solidez do mundo livre vai colapsar”, disse-lhes. “A Rússia, prosseguiu o Presidente ucraniano, acredita que a América e a Europa vão revelar fraqueza e não vão manter o seu apoio à Ucrânia.” Ora, é vital para o Ocidente “manter o apoio àqueles que lutam pela sua liberdade quando ela é atacada”.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.
Sugerir correcção
Ler 75 comentários