Declaração conjunta do G20 evita condenar a Rússia pela invasão da Ucrânia

A Ucrânia não partilhou o entusiasmo de Narendra Modi pelo texto da declaração conjunta, afirmando que o documento final da cimeira “não é motivo de orgulho”.

Foto
Narendra Modi com o príncipe-herdeiro da coroa saudita, Mohammed bin Salman, e com o Presidente dos EUA, Joe Biden Reuters/EVELYN HOCKSTEIN
Ouça este artigo
00:00
04:57

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, anunciou este sábado um consenso no G20 sobre a declaração final da cimeira de Nova Deli, que deixou de fora, como já era esperado, a condenação da Rússia pela invasão da Ucrânia.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.
Sugerir correcção
Ler 28 comentários