A introdução de Crónicas de um Livreiro, de Martin Latham

Chegam às livrarias portuguesas, pelas Edições 70, os pequenos ensaios dedicados aos mundo dos livros do mais antigo livreiro da Waterstones, doutorado em História da Índia no King’s College.

Foto
O livreiro Martin Latham dr

Há um livro que, em 800 anos, não se moveu um centímetro. Está no túmulo de Leonor da Aquitânia, na Abadia de Fontevraud, perto de Poitiers. Toda a sua vida turbulenta ficou para trás e agora jaz em profundo repouso, segurando uma Bíblia aberta. Descansa da mesma forma que todos nós na cama quando, depois de uma conversa ou de um chá, nos tornamos um só com um livro, perdidos num mundo privado. A história de amor que a humanidade tem com os livros seria, para um visitante de outra galáxia, uma das mais estranhas que contamos.

Sugerir correcção
Comentar