A culpa não é de Marcelo

Terá o Presidente perdido qualidades, capacidades ou condições políticas para deixar de ser o que tem sido?

Terá chegado o momento de seguir a sugestão de Cavaco Silva em relação a Mário Soares ou de António Costa em relação a Cavaco Silva e começar a ajudar Marcelo a “terminar o mandato com dignidade”? A imprudência, e absoluta falta de sensibilidade, do Presidente no que disse sobre os abusos sexuais na Igreja Católica fizeram soar o alarme. A recomendação que fez (“esqueçamos isso”) sobre a violação dos direitos humanos no Qatar adensou as preocupações.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.
Sugerir correcção
Ler 37 comentários