E se o voluntariado acabasse, amanhã, em Portugal?

Em Portugal, 695 mil pessoas com 15 ou mais anos participaram em atividades voluntárias sem remuneração.

Quando as medidas preventivas da contaminação da covid-19 se tornaram mais leves, o núcleo juvenil da Confederação Portuguesa do Voluntariado (CPV) considerou oportuno conhecer quais as consequências que as restrições colocadas ao relacionamento presencial pelo flagelo pandémico tinham tido no dinamismo do voluntariado juvenil. Com o apoio da Direção-Geral da Educação, de muitas universidades e institutos superiores politécnicos e de organizações de juventude, difundiram um questionário para obterem o objetivo almejado. Esperavam receber cerca de mil respostas. Foram surpreendidos com 3600. Os dados estão a ser estudados e as conclusões hão de ser apresentadas no dia do aniversário da CPV, que ocorrerá no próximo dia 19 de janeiro.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários