“O Selvagem”: UNESCO retira festa belga da lista de Património Imaterial

O Ducasse d’Ath vai deixar de integrar a lista da UNESCO depois de várias queixas por integrar um homem pintado de negro acorrentado a que chamam ‘o Selvagem’, que assusta as crianças ou “dá sorte”.

Foto
Cena do desfile em que a figura viaja num carro alegórico que é um barco com a bandeira belga Cortesia Bruxelles Panthéres

Termina este sábado a reunião da Comissão Intergovernamental de Salvaguarda do Património Imaterial que levou a UNESCO a classificar a baguete, o condimento harissa ou as técnicas tradicionais em torno do chá na China, mas que voltou a retirar uma festa popular belga da sua lista por racismo. O festival Ducasse d’Ath, cujo clímax é uma a procissão com a figura de um “Selvagem” pintado de negro e acorrentado, “contradiz os princípios fundadores da UNESCO”, diz a organização das Nações Unidas.

Sugerir correcção
Ler 28 comentários