Bruxelas propõe tribunal especializado para julgar crime de agressão da Rússia contra a Ucrânia

Von der Leyen defendeu que a Rússia tem também a obrigação financeira de promover a reconstrução da Ucrânia, através dos bens congelados e arrestados ao Estado e oligarcas russos.

Foto
"Moscovo tem de pagar pelos seus crimes horrendos”, declarou Ursula von der Leyen EPA/STEPHANIE LECOCQ

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, defendeu, nesta quarta-feira, a criação de um tribunal especializado para julgar os crimes perpetrados pela Rússia na sua guerra de agressão contra a Ucrânia, bem como a utilização dos bens congelados e arrestados ao Estado e aos oligarcas russos, pela aplicação de sanções, para financiar a reconstrução do país.

Sugerir correcção
Ler 28 comentários