Esta juventude ruidosa

Uns correm a favor do tempo; aos outros já não resta tempo, nem mesmo que corram. E para não serem insolentes e energúmenos devem ficar calados.

Tenho bastantes reservas em relação ao modo como se manifestam os estudantes, ditos “activistas climáticos”, não por causa das suas acções “radicais”, como lhes chamam, mas porque não acredito nos seus efeitos, não acho que tenham ainda encontrado a linguagem conveniente, e acredito que já se tornou irreversível a emergência de outro tipo de radicalidade e outra linguagem, que as condições obrigarão a ser muito mais radicais.

Sugerir correcção
Ler 21 comentários