O transístor foi inventado há 75 anos: hoje temos milhões deles nas mãos

Em 1947, o transístor era inventado. Não pegou de estaca, mas 75 anos depois está em todo o lado. Mas há limites para o seu desenvolvimento e não sabemos ainda qual é o futuro.

Foto
Os rádios transistorizados foram a primeira grande aplicação desta tecnologia nos anos 50 Zoltan Fekeshazy

Há uma metáfora célebre dentro da teoria do caos, o efeito borboleta, a qual já poderá ter ouvido: “O bater de asas de uma simples borboleta pode provocar um furacão do outro lado do mundo.” É quase hiperbólico, mas a frase define bem como uma pequena diferença pode mudar tudo. Agora, imagine o mundo sem a invenção do transístor: não haveria telemóveis, Internet, GPS, máquinas fotográficas digitais ou os automóveis modernos. Se Bardeen, Brattain e Shockley não tivessem criado o transístor há 75 anos, a inexistência de um simples dispositivo (cada vez mais minúsculo) provocaria o desaparecimento de muita da tecnologia que conhecemos hoje.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários