Moedas responde a Costa: “Aqui estou. E estou aqui para ser um incómodo”

Carlos Moedas assinalou nesta segunda-feira o seu primeiro ano de mandato na Câmara de Lisboa. Ao lado de Montenegro e depois num discurso para os deputados sociais-democratas, Moedas deixou claro que quer falar para o país e não apenas para os lisboetas. E tem o apoio do partido.

Foto
Carlos Moedas assinalou nesta segunda-feira o primeiro ano à frente da Câmara de Lisboa. Evento contou com a presença de Luís Montenegro Nuno Ferreira Santos

No mesmo dia em que assinalou o seu primeiro ano de mandato como presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas marcou presença no encerramento do primeiro dia das jornadas parlamentares do PSD para se queixar dos bloqueios impostos pelos socialistas a nível local e criticar o “desnorte” do Governo e do PS a nível nacional. Duas semanas depois de António Costa ter tentado circunscrever a acção de Moedas à autarquia lisboeta após o discurso do autarca no 5 de Outubro, o social-democrata fez por não esquecer as actuais funções, mas deixou claro que quer ser ouvido fora da capital, confirmando as suas pretensões em se afirmar a nível nacional.

Sugerir correcção
Ler 53 comentários