Celebridades iranianas são presas e proibidas de viajar por apoiarem os protestos

Entre os alvos estão cantores, realizadores e futebolistas. Alguns activistas pedem apoio internacional aos protestos.

Foto
Celebridades declararam solidariedade e apoio aos protestos EPA

No próximo sábado, o filme Subtraction do premiado realizador iraniano Mani Haghighi será mostrado no Festival de Cinema de Londres. No entanto, sexta-feira passada, o realizador juntou-se a uma lista de celebridades iranianas, entre artistas e atletas, que foram presos ou proibidos de viajar por apoiarem a revolta que está a ocorrer em todo o Irão e que, apesar da repressão sangrenta feita pelo regime, não mostra sinais de acalmar pois está já a entrar no seu segundo mês.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários