Presidente da Florestgal afastado após criticar Protecção Civil. Ministério do Ambiente alega “divergências” mas não diz quais

Rui Nobre Gonçalves, presidente da empresa pública de gestão florestal, escreveu artigo para o PÚBLICO em que criticou estratégia da Protecção Civil.

Foto
Empresa pública que gere floresta já teve dois presidentes desde 2018 tiago lopes

O presidente da empresa pública Florestgal, Rui Nobre Gonçalves, foi afastado do cargo pelo Ministério do Ambiente. “Confirmo que fui demitido”, afirmou o próprio ao PÚBLICO, sem adiantar os motivos. O ministério de Duarte Cordeiro assume “divergências” mas não especifica quais.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários