Direito a indemnização por atraso de avião é aplicável aos voos sucessivos

Tribunal de Justiça Europeu diz que o facto de não haver relação jurídica entre as transportadoras áreas ligadas à viagem, feita com um único bilhete, não é relevante.

Foto
Tribunal analisou o caso de uma passageira que sofreu um atraso superior a quatro horas Reuters/CARLOS BARRIA

Em 2018, uma passageira efectuou uma viagem de Estugarda a Kansas City que implicou três voos, um da Swiss e dois da American Airlines. No último deles, entre Filadélfia e Kansas City, o voo teve um atraso superior a quatro horas. O pedido de indemnização à companhia norte-americana, no valor de 600 euros, chegou a uma empresa especializada na sua cobrança, a Flightright, e ao Supremo Tribunal de Justiça Federal alemão, que pediu o apoio do Tribunal de Justiça Europeu.

Sugerir correcção
Comentar