Meta diz que desmantelou redes de propaganda russa e chinesa no Facebook

Empresa refere-se à operação originária da Rússia como “a maior desde o início da guerra na Ucrânia”, assente em sites criados para serem confundidos com alguns dos maiores jornais europeus. Campanha chinesa teve como objectivo, pela primeira vez, “influenciar a política interna dos EUA”.

Foto
Segundo a empresa, a operação russa foi lançada em Maio, três meses depois do início da invasão da Ucrânia Reuters/DADO RUVIC

A empresa Meta, proprietária do Facebook, anunciou o desmantelamento de duas campanhas de propaganda – uma russa e uma chinesa – assentes em milhares de contas falsas nas redes sociais e em mais de 60 sites copiados de jornais europeus, para a partilha de conteúdo a favor da invasão da Ucrânia e com o objectivo de aprofundar as divisões políticas nos Estados Unidos.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários