Javier Marías (1951-2022): o maior romancista espanhol das últimas décadas

Faria 71 anos no próximo dia 20 e morreu ao princípio da tarde deste domingo em Madrid, em consequência de uma pneumonia que o deixara em coma havia mais de um mês. Era há mais de uma década um nome da literatura espanhola que surgia nas listas de favoritos a serem distinguidos com o prémio Nobel.

Foto
Escritor espanhol Javier Marías morreu à beira de completar 71 anos quim llenas/getty images

O escritor Javier Marías, autor dos romances Coração Tão Branco, Os Enamoramentos, ou dos mais recentes Berta Isla e Tomás Nevinson, morreu ao princípio da tarde deste domingo em Madrid, em consequência de uma pneumonia que o deixara em coma havia mais de um mês. Faria 71 anos no próximo dia 20. A notícia da morte foi dada pelo jornal espanhol ABC, que citou fontes familiares do autor de Todas as Almas.

Sugerir correcção
Ler 8 comentários