IVA paga medidas em 2022 e pensões aliviam esforço em 2023

Ao mesmo tempo que apresentou um pacote de medidas equivalente a 1% do PIB, o Governo reiterou a meta de défice de 1,9%. Um resultado possível, graças à subida da receita do IVA.

Foto
Fernando Medina liderou esta terça-feira a apresentação nas Finanças do plano de apoio às famílias DANIEL ROCHA

O crescimento da receita do IVA em Portugal em 2022, muito acima do previsto pelo Governo no Orçamento do Estado aprovado em Junho, será, caso mantenha a tendência nos últimos meses do ano, mais do que suficiente para compensar nas contas públicas o impacto orçamental negativo, sentido essencialmente este ano, do pacote de medidas anti-inflação aprovado esta segunda-feira. E, para 2023, o Executivo até acaba por reduzir a metade o efeito orçamental negativo que era esperado com a aplicação da fórmula de actualização automática com as pensões.

Sugerir correcção
Ler 14 comentários