Leonardo: “Amor, sempre queres vir para Portugal?”

Manuel já fez a sua parte como herdeiro. Às vinhas que herdou do pai, acrescentou mais algumas parcelas que, em bom tempo, foi comprando aos vizinhos. Só por uma vez, no dia em que Leonardo, o seu único filho, emigrou, é que pensou em desfazer-se de tudo. Mas foi só um pensamento de desgosto.

Foto
Ainda na vinha, Leonardo sentiu uma dolorosa tristeza com a velhice dos pais Rui Oliveira

Leonardo saiu de casa com os pais quando o sol começou a esconder a noite. Dormira mal, às voltas com um tumulto interior que não esperava. Em novo, ir cedo para a vinha era uma obrigação e sair da cama um castigo. Desta vez, sentia uma inquietação e uma premência vitais, algo que nunca sentiu desde que, há 15 anos, decidiu cortar com o destino e emigrar para Inglaterra.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários