Pobreza chega a recorde de quase 20 milhões de pessoas nas metrópoles brasileiras

Número de 19,8 milhões, em 2021, é o maior desde que os estudos começaram há uma década e a percentagem de pobres chegou a 23,7%, nunca antes tinha chegado aos 20%.

Foto
Em São Paulo e no Rio de Janeiro a pobreza extrema quase triplicou desde 2014 SEBASTIAO MOREIRA/EPA

Com o corte do auxílio emergencial, a subida enorme da inflação e a retoma insuficiente do mercado de trabalho, o número de pessoas em situação de pobreza saltou para 19,8 milhões nas metrópoles brasileiras em 2021. É o maior nível de uma série histórica de dez anos, iniciada em 2012, aponta o 9.º Boletim Desigualdade nas Metrópoles.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários